01 novembro 2011

Fotografia #4

E assim começam as tão prometidas dicas que aprendi no curso. Muitas vocês devem saber, mas mais vale ir pelos básicos, pois muita gente trabalha com o modo manual.

No último post sobre o tema, perguntei o que achava da fotografia com estrelas (aqui) e como disseram, e muito bem, aquilo não eram estrelas cadentes, eram simplesmente estrelas e o seu movimento natural. O nome técnico para aquela fotografia é "Arrastamento", que todos já viram com carros, ou melhor, com as luzes dos carros. É perfeitamente possível fazer isto de dia, tanto que até eu lá no meio das definições da DSLR (Digital Single-lens Reflex) consegui.

Como fazer um arrastamento?
Para isso, tem de se mexer na velocidade do obturador. Esta pode ir dos 1/4000 a 300'' (segundos) ou outros valores consoante a máquina que se tem nas mãos. Ora, para fazer uma foto assim é só pôr uma velocidade lenta e quanto mais lenta, mais arrastamento se tem. Isto de dia é mais difícil, porque tem-se de conjugar com a abertura do diafragma, o que vai influenciar na luz recebida pela máquina. O melhor é a velocidade ser inferior a 1/30, a partir deste valor, seja dia ou noite, já se consegue algum arrastamento.

Um exemplo que até foi bem conseguido da minha parte (é o meu orgulho do dia):
Dados da máquina: 1/25s; f/29; ISO 100

Neste caso, como tinha uma abertura de 29 (estava a entrar muita luz) não podia ter uma velocidade baixa, pois, assim sendo, a lente ia estar a receber muita luz durante muito tempo (o que durante o dia ia deixar a minha fotografia sobre-exposta). A velocidade de 1/25s foi a que equilibrou melhor a recepção de luz, levando o exposímetro a 0, para esta não ficar muito clara. Tanto que este arrastamento foi ligeiro. O melhor período é a noite.

Outro conselho. Quanto utilizarem velocidades baixas, usem o tripé, senão é provável que a foto fique tremida (a não ser que seja esse o efeito que querem).

Espero que tenham aprendido algo. Qualquer dúvida, disponham. E, já agora, se tiverem interesse em saber de algo em particular, perguntem que se eu souber terei todo o gosto em (tentar) explicar :)

2 comentários:

mari disse...

o que gostava de saber fazer (e que às vezes faço sem querer ou saber como) é como fazer diferentes plano focados / desfocados na mesma foto :)

isa disse...

adoro fotografia e fotografar :) estas dicas são sempre bem vindas ;)
beijinhos